A cirurgia de reconstrução do nariz é uma das mais desafiadoras para o cirurgião plástico, uma vez que, o nariz é o centro de equilíbrio harmônico da face. Não somente as questões estéticas como contorno e a anatomia nasal devem ser consideradas, pois é preciso também manter a função respiratória do nariz.

O objetivo da reconstrução nasal é de restaurar deformidades geradas por diversos tipos de agressão ao nariz, como trauma, tumor, queimaduras, para corrigir malformações congênitas, ou mesmo para reparar resultados cirúrgicos inadequados.

No procedimento cirúrgico é possível reconstruir pele, cartilagem e osso além do forro nasal (parte interna do nariz). Para tanto, existem diversas técnicas cirúrgicas as quais evoluíram muito nos últimos anos, devido ao maior conhecimento das estruturas nasais.

A reconstrução pode ser parcial ou total, a complexidade da cirurgia irá depender do grau de comprometimento das estruturas nasais, e muitas vezes, é necessária a retirada de tecidos de outras partes do corpo, como cartilagem da região das orelhas ou costelas. A cartilagem facilita a reconstrução da região afetada, e possibilita refazer o nariz, harmonizando a função com a estética.

No caso de reconstruções mais complexas o procedimento pode ser feito em duas ou três etapas cirúrgicas, com intervalos de 2 a 3 semanas entre cada uma delas, como salienta o Cirurgião Plástico Dr. Felipe Rezende.

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?